Jotun

Jotun-Title

Em meio a infinidade de jogos indie que surgem, Jotun me chamou instantaneamente atenção pelo forte tema de mitologia nórdica. Acabei rebendo uma cópia de presente de um amigo e então não tinha mais desculpas para não jogá-lo. Mesmo sendo um jogo curto, Jotun não apenas me concedeu excelentes horas de diversão, como mostrou ser uma verdadeira aula de desenvolvimento de jogos.

A protagonista da história é Thora, uma viking que morre na primeira cutscene de Jotun, porém isso não ocorre em um glorioso combate e ela acaba sendo condenada a esqueçer o Valhalla. Antes de ir parar em outros mundos, os deuses lhe dão uma chance para que ela os impressione e assim adquirir seu lugar de direito no salão de Odin. Começa então a saga de Thora através de vários mundos da mitologia para derrotar gigantes e adquirir as runas como prova de sua habilidade.

A Jogabilidade de Jotun é, como muitos outros elementos do jogo, bem simples e extremamente consistente. O Jogador tem a disposição botões para mover a personagem, o mouse para fazer ataques rápidos e modestos ou lentos e poderosos, dois botões para rotacionar os poderes , um botão para usar esses mesmos poderes e um botão para rolar rapidamente no chão e evitar ataques. A maioria dos níveis é focada em resolver puzzles para adquirir as runas e levam em torno de 15 a 20 minutos para serem concluídos. Além de perseguir essas runas, os níveis contam com poderes e power-ups escondidos para os que tem paciência de explorar mais.

Existem cinco mundos a serem explorados, cada um com características bem distintas. Tirando o mundo inicial que possui apenas um nível, os demais possuem dois que após serem conquistados liberam caminho até o gigante correspondente. O combate com os gigante é extremamente bem feito. Cada um possui um conjunto de habilidades relacionada com os desafios enfrentados em seu respectivo mundo. Durante o confronto, quanto mais golpes receberam, os gigantes vão ficando mais perigosos e adicionando novas armas em seu arsenal de ataques. Os poderes adquiridos por Thora são bençãos dos deuses e variam desde recuperação de vida, velocidade e um golpe poderoso com o Mjölnir.

jotun

A interface de Jotun é bem simples e seu entendimento independe de qualquer explicação.

No quesito visual, Jotun não fica nem um pouco para trás. A arte manual do jogo é espetacular, desde os personagens e elementos mais próximos até o cenário que junto com um ótimo jogo de câmera e os comentários de Thora criam a imersão necessária nos mitos pagãos. A trilha sonora é um pouco mais limitada, porém acompanha o jogo sem perder a harmonia. Os sprites dos personagens são bem posicionados com a parte mecânica, não já uma hitbox aparente nos inimigos e elementos, é necessário realmente posicionar-se próximo a perna de um dos gigantes para acertá-lo, por exemplo.

Como dito anteriormente, a história de Jotun é bem simples. Thora precisa impressionar os deuses para garantir seu lugar no Valhalla. Além disso, ao final de cada mundo concluído, a protagonista narra um pedaço de sua história e como isso a levou à situação atual.

Uma das coisas que mais me deixou impressionado foi a fidelidade que a mitologia é construída. Jotun realmente leva o(a) jogador(a) a uma formidável jornada pelo universo nórdico com explicações e diálogo bem objetivos.

pasted image 0

A cada momento, um elemento da cultura escandinava é apresentado, seja em forma de cenário, inimigos ou puzzles.

Jotun é um indie construído com muito cuidado e provavelmente gosto pela sua equipe e mereçe um lugar de destaque no mar de jogos da atualidade. Além disso, traz elementos de Game Design muito fortes como Super Mario World e MegaMan X, os quais recomendo a qualquer profissional da área verificar. Até a próxima o/

Caio “Count Tyghorn” Victor

Anúncios

2 pensamentos sobre “Jotun

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s