Nexus Prime – O Nascimento de um RPG

As coisas começaram em Fevereiro de 2016 de uma forma muito simples, estava lendo meu mangá favorito, Eden: It’s an Endless World, e me deparei com a seguinte cena:

eden_v04_067

Era a segunda vez que estava lendo, então já sabia o que ocorreria a seguir, mas imediatamente imaginei como seria um cenário de RPG com personagens e cenas semelhantes. Shadowrun poderia se encaixar muito bem nisso, mas alguns elementos do cenário poderiam mudar bastante o rumo das coisas. Claro, sempre poderia usar um sistema genérico como GURPS para jogar algo no estilo de Eden, mas minerar nos inúmeros módulos em busca das regras e elementos que gostaria de encaixar também me pareciam extremamente tediosos. Chegou a ser irônico no momento, sempre valorizei muito cenários de fantasia medieval com guerreiros extremamente violentos decepando dragões e tentei já algumas vezes desenvolver um cenário nesse estilo, mas a verdade é que sempre fui aficionado por tecnologia e histórias futurísticas, então decidi começar a desenvolver um cenário e sistema Sci-Fi de RPG que sustentasse meus gostos deturpados.

O início se resumiu a tentar agrupar toda a infinidade de elementos de jogos, filmes, livros e vários outras fontes Sci-Fi que eu gostaria de ver no cenário. Uma tarefa bastante prazerosa e posso dizer fácil. Eden foi a principal fonte de inspiração para o cenário, junto com o recém-lançado Overwatch, Shadowrun: Dragonfall (PC), Starcraft, Warhammer 40K e Metal Gear.

Apesar da empolgação com a ideia absurda, o New Sci-Fi, como estava sendo chamado graças a falta de um nome, teve um progresso lento em 2016. Isso não foi um problema, muito pelo contrário, ao final do mesmo ano quando, tive mais disponibilidade para trabalhar nele, as ideias e a empolgação não diminuiram nem um pouco, coisa que não acontecia com as tentativas de cenários medievais que tentei fazer. Além disso, basta uma pesquisa rápida nas imagens do google e encontramos coisas assim:

mech

Claro que vão existir Mechas no cenário

Nexus Prime Theory é um título para lá de genérico, mas até que tenho uma boa desculpa para ele. O importante nisso tudo é: Até o presente momento, este é um projeto bastante ambicioso e complexo, mas está progredindo em um ritmo satisfatório. Se as coisas continuarem desse jeito, pretendo até o fim desse ano ter uma versão completa e jogável de Nexus Prime, possivelmente não a final, mas quem sabe…

O cenário está começando a tomar forma aos poucos, mas as ideias permanecem bem vívidas e ao longo do tempo pretendo mostrar o que se espera encontrar nesse cenário Sci-Fi. Desejem-me sorte.

Caio “Tyghorn” Victor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s