Review: Jogo – Bioshock 2

980_1468771718Hoje terminei Bioshock 2, pela segunda vez. Foi bom relembrar o meu título favorito da série até o momento, já que ainda não joguei Bioshock: Infinite. Não pretendo fazer uma Review detalhada sobre o jogo já que fazem mais de cinco anos desde o seu lançamento, pretendo apenas apontar os elementos que mais me chamam atenção.

Continuar lendo

Nexus Prime – Sistema básico

b591bc9f8073b1be058698e3ad3b3fa2

Retirado do Pinterest. Autora: Lina Karpova

Feriado cheio e muito bem aproveitado. Além de passar um tempo com os amigos, fiz o primeiro playtest de Nexus Prime, além de desenvolvê-lo um pouco mais. Percebi que ainda não me livrei completamente dos números, sistema e jogada básicos, já era esperado, mas decidi fazer uma longa e cuidadosa revisão.

Acima de tudo, desejo que Nexus seja um sistema simples, com muitas opções de customização e com um certo grau de letalidade e estratégia. O que quero dizer com esses dois últimos itens é que chutar uma porta e atirar em diversos soldados inimigos como o Rambo não vai funcionar, é necessário usar bem os recursos dos personagens e derrotá-los com um mínimo de tática. A ideia básica é que os jogadores façam parte de um grupo ou agência de mercenários e que suas habilidades específicas sejam usadas em conjunto para cumprir missões de forma audaciosa e eficiente. É praticamente a mesma ideia do bom e velho Pathfinder e seus grupos de aventureiros diversos, mas além dos talentos individuais pretendo incluir recursos compartilhados pelo grupo.

Continuar lendo

Review: Filme – Hardcore Henry (2016)

hhmain

“Você vai ficar ai deitado, engolindo o sangue em sua boca? Ou vai se levantar, cuspir e derramar o sangue deles?”

Vindo de nada menos que a terra-mãe, Hardcore Henry é um filme Russo/Americano lançado em 2016, dirigido e escrito por Ilya Naishuller que levou muito a sério a parte da “ação” em filmes de ação, já que dos seus aproximados 90 minutos, pelo menos 70 envolvem perseguições, tiros, brigas, explosões, parkour e todo tipo de combinação entre esses cinco elementos. Seu elenco conta com a participação de Sharlto Copley, Danila Kozlovsky, Haley Benett e Tim Roth, que apesar de uma participação breve é bastante importante. Hardcore Henry me impressionou muito pelo estilo da câmera que é em primeira pessoa, sempre do ponto de vista do protagonista Henry, além da maravilhosa dose de sanguinolência envolvida. Este foi um filme que não apenas mereceu o Selo Tyghorn de Qualidade, como também é um forte concorrente (e porque não dizer logo vencedor?) a filme favorito.

Continuar lendo

Review: Filme – Rubber (2010)

rubber-main-1

“O filme que vocês estão para assistir é uma homenagem à falta de razão” – Rubber

Rubber é um filme francês lançado em 2010, dirigido e escrito por Quentin Dupieux cujos simplórios 80 minutos de duração farão cabeças explodirem. Literalmente. Seu elenco conta com alguns nomes conhecidos como Roxane Mesquida, Stephen Spinella e Wings Hauser, porém o protagonista dessa obra de arte cinematográfica é o mais conhecido de todos: O Pneu nosso de cada dia. Em meio aos grandes e controversos títulos da atualidade como Suicide Squad (2016) e o remake de Ghostbusters (2016), Rubber faz questão de deixar muito claro a sua falta de sentido e falta de obrigação com seguir uma fórmula de sucesso, apelando diretamente para algo impensavel e absurdo. É exatamente por isso que recebeu o Selo Tyghorn de Qualidade.

Continuar lendo